Eugênio Leandro Costa

Autor e produtor dos discos solos Além das Frentes, 86; Catavento, 90; A Cor Mais Bonita, 95, Castelo Encantado, 2001, À Hora dos Magos, Instrumental, 2007; Escrito nas Jangadas, 2016, lançados de forma independente.
Autor dos livros Rei Piau, contos, 1985, Cego Oliveira, 2002, Ed Dem Rocha; O Livro Passarinho, 2005, IMEPHE, A Noite dos Manequins, contos, 2010.

Telefone Público: 85999848884

Descrição

Curriculum
Nasceu em Fortaleza, Ceará;
Viveu em Limoeiro do Norte Ce seus primeiros 20 anos, convivendo com mestres da cultura popular, iniciando-se na música, na literatura, artesanato e teatro;
Produtor Cultural, compositor e escritor;
Graduado em Direito, UFC (1983);
Autor e produtor dos discos solos: Além das Frentes, 1986; Catavento, 1990; A Cor Mais Bonita, 1995, Castelo Encantado, 2001, À Hora dos Magos, Instrumental, 2007, Escrito nas Jangadas, 2016, lançados de forma independente.
Lançou pela gravadora Kuarup: Antologia Cantorias e Cantadores, com Renato Teixeira, Xangai e Cida Moreira; co-produtor: CDs Mosaico e Nonato Toca Beatles, do violonista Nonato Luiz.
Produtor dos discos alternativos: O Peixe, de Abidoral Jamacaru; Tempo, Trabalho e Cotidiano, antologia da música cearense, CUT Ce; Compositores e Intérpretes Cearenses, antologia cooperativada; Amigos e Canções de Abidoral Jamacaru, 2014.
Apresentações no Brasil, solo, e com artistas como Patativa do Assaré, Belchior, Elomar, Chico César, Paulinho Pedra Azul, Xangai, Ednardo, Moraes Moreira, João Nogueira, dentre outros; Apresentações no exterior (EUA, Alemanha, França e Portugal), 87 e 90;
Integrante fundador do Grupo Siriará de Literatura, com larga atuação no Estado, ao lado de Rogaciano Leite Filho, Airton Monte, Oswald Barroso, Rosemberg Cariry, Geraldo Markan, Batista de Lima, dentre outros, 1981;
Diversas publicações em jornais e revistas locais e de outras regiões; Pesquisa histórica para a ópera cearense Moacir das Sete Mortes, libreto de Oswald Barroso, música de Tarcísio Lima; Libreto da Cantata do Natal Cearense, musicado por Tarcísio Lima, 87, regência coral de Paulo Abel, regência orquestra de Orlando Leite; Libreto da ópera O garatuja, da obra homônima de José de Alencar, com música de Ernst Mahler, apresentada em teatros paulistanos;
Conto premiado Águas de Romanza, adaptado p/ curta, 15mim, por Patrícia Baía e Gláucia Soares, com cerca de 18 prêmios, no Brasil e no exterior, também com parte na trilha sonora;
Autor dos livros Rei Piau, contos, alternativo, (85); Cego Oliveira, O Mestre Rabequeiro, 2001, Ed Demócrito Rocha; O Livro Passarinho, infantil, ed IMEPH, 2004; A Noite do Manequins, Contos, Prêmio Moreira Campos, SECULT, 2011; As Moradoras do Céu, infantil, 2014.
Produção de um dos primeiros registros de canções indígenas do Ceará, por cerca de 80 crianças Tapebas, no CD Quem Deu Esse Nó?, ONG Visão Mundial, Caucaia, Ce., 2004;
9º Prêmio Visa, 2006, Compositores.
Show 24º Bienal Internacional do Livro, Anhembi, SP, 2016.
3º Prêmio Grão de Música, novembro de 2016, Prefeitura Municipal SP.; Feira do Livro, Limoeiro, 2017,18 e 2019;
Show XIII Bienal Inter do Livro do CE 2019.

Vídeos

Galeria

evento entre e Baixar Planilha

Nome:

E-mail:

Tipo:

Mensagem:

Enviando mensagem

Enviando mensagem